App Transporter

Use o app Transporter para importar registros de clientes, produtos e pedidos para a sua loja da Shopify. Este app aceita arquivos de valores separados por vírgula (CSV) para cada um dos tipos de registro, processa os registros e os importa como objetos para a Shopify.

O aplicativo Transporter faz parte de um conjunto de ferramentas que facilita a migração de lojas online de outras plataformas para o Shopify Plus. O pacote inclui as seguintes ferramentas:

  • Você pode usar a ferramenta de linha de comando Transporter para extrair e converter registros de uma plataforma em arquivos CSV compatíveis com o aplicativo Transporter. Os desenvolvedores podem editar os arquivos de origem dessa ferramenta e converter dados de outras plataformas em arquivos CSV. A ferramenta de linha de comando é um recurso precioso em Ruby de código aberto que pode ser baixado e instalado a partir de github.com/Shopify/shopify_transporter.
  • Você pode usar o app Transporter para importar dados de produtos, clientes e pedidos para a Shopify. Este app carrega arquivos CSV e está disponível na App Store da Shopify.

Descrições e arquivos CSV de amostra

Para importar clientes, produtos e pedidos para a Shopify, é preciso um arquivo CSV distinto para cada tipo de registro. Você pode usar a ferramenta de linha de comando do Transporter para gerar o arquivo CSV ou seguir o formato no arquivo CSV de amostra e você mesmo o criar.

Há arquivos de amostra e descrições de colunas compatíveis para cada objeto.

Lista de arquivos de amostra e descrições de colunas compatíveis
Arquivos de amostra Descrições das colunas
Products.csv Descrições dos produtos
Customers.csv Descrições dos clientes
Orders.csv Descrições dos pedidos

Regras dos arquivos CSV

Se você usa a ferramenta de linha de comando do Transporter para criar seus arquivos CSV, isso significa que seus arquivos já estão de acordo com as seguintes regras:

  • O nome do seu arquivo CSV deve incluir o nome do tipo de objeto (produtos, clientes, pedidos) nele contido. Por exemplo, um arquivo que contém os registros do cliente deve incluir a palavra cliente no nome (por exemplo, mycustomers.csv).
  • O arquivo CSV deve usar codificação UTF-8 para evitar a geração de caracteres especiais indesejados no seu arquivo. Se você salvar o arquivo sem usar codificação UTF-8, seus dados serão corrompidos quando você carregá-lo como uma nova planilha. A Shopify não pode recuperar os arquivos corrompidos para você.

Além disso, como acontece com a maioria dos arquivos CSV:

  • A primeira linha do arquivo CSV precisa conter os nomes dos cabeçalhos das colunas.
  • A ordem das colunas não é importante, mas cada linha deve ter a mesma ordem de colunas.
  • Cada coluna no arquivo deve ser separada por vírgula e cada linha deve ser separada por uma quebra de linha.
  • Se algum valor incluir caracteres especiais, como vírgula (,), aspa simples (') ou aspas duplas ("), será necessário colocar o valor inteiro entre aspas duplas. Por exemplo, "Unit 8, 150 Elgin Street" (não Unit 8"," 150 Elgin Street). Se for preciso usar aspas duplas dentro desse valor, use duas aspas duplas:" ""8th Floor"", 150 Elgin Street".
  • Certifique-se de usar aspas normais em vez de aspas inglesas (também conhecidas como "aspas curvas").

Se você editar seus arquivos CSV ou usar outro processo para criar arquivos CSV, certifique-se de que os arquivos CSV estejam em conformidade com essas regras. Se tiver problemas para trabalhar com seus arquivos CSV, tente usar Planilhas Google.

Organize suas importações

A ordem em que você importa seus produtos, clientes e pedidos é importante. Você deve importá-los na seguinte ordem:

  1. Produtos
  2. Clientes
  3. Pedidos

Executar importações de teste

Antes de importar um grande número de registros para a Shopify, tente importar apenas alguns deles. Geralmente, é necessária uma abordagem repetitiva, do tipo que envolva a importação de uma pequena quantidade de registros, análise dos resultados (no app e no admin), correção do arquivo CSV e a reimportação dos objetos. Antes de reimportar qualquer objeto, é necessário excluí-lo da Shopify. Use o app Transporter para excluir os objetos fornecendo um arquivo CSV que liste os objetos a serem excluídos.

E-mails de notificação

Quando os pedidos são importados para a Shopify usando o app Transporter:

  • as notificações não são enviadas aos clientes.
  • as notificações não são enviadas para sua equipe.

Isso não afetará as configurações de notificação de novos pedidos feitos após a conclusão da importação. Se quiser, você pode desabilitar as notificações de equipe para pedidos no seu admin da Shopify.

Passos:

  1. Clique em Configurações > Notificações.
  2. Em Notificações de pedido da equipe, clique em Desabilitar.

Importar produtos, clientes e pedidos

Lembre-se de importar produtos, clientes e, por fim, pedidos.

Passos:

  1. No app Transporter, certifique-se de habilitar a opção Upload file para a Action.
  2. Insira o seu arquivo CSV.

Após o carregamento do arquivo, o app começa a importar seus objetos.

Excluir produtos de teste, clientes e pedidos

É possível excluir produtos, clientes e pedidos em massa da sua loja da Shopify usando o app Transporter. Você pode usar o mesmo arquivo CSV usado para importar os objetos, mas, para esse arquivo, será necessária apenas a coluna que contém a chave exclusiva do objeto:

Tabela que exibe as colunas de chave exclusiva necessárias para tipos de objetos específicos
Tipo de objeto Colunas de chave exclusiva exigidas
Produtos (incluindo todas as suas variantes associadas) Identificador
Clientes E-mail ou Número de telefone
Pedidos Nome

O app Transporter pode excluir apenas objetos, e não partes deles. Por exemplo, o app pode excluir produtos (incluindo suas variantes associadas), mas não pode excluir variantes individuais.

Passos:

  1. Selecione Delete records from Shopify no menu suspenso Actions.
  2. Clique em Carregar arquivo e insira o arquivo CSV.

Uma vez carreado o arquivo, o app Tansporter começa a excluir os objetos.

Pronto(a) para começar a vender com a Shopify?

Experimente de graça