Revisar formatos de endereço

Ao comprar uma etiqueta pelo Shopify Shipping, cada transportadora tem expectativas diferentes para o formato do endereço de entrega.

Reconhecimento de endereço

Quando você insere um endereço de entrega para uma etiqueta de frete, o endereço é verificado em relação ao banco de dados da transportadora. Se houver uma correspondência, é garantido que o endereço seja reconhecido pela transportadora. Se não houver uma correspondência, não há garantia de que o endereço será reconhecido, o que pode levar a erros ou atrasos no frete.

Endereços reconhecidos

Se um endereço estiver em um formato válido e tiver uma correspondência no banco de dados da transportadora, é garantido que ele será reconhecido. Isso significa que a transportadora aceitará a etiqueta e não haverá atrasos devido a erros na leitura da etiqueta.

Erro de banner amarelo

A mensagem de erro de endereço de entrega num banner amarelo é exibida quando o endereço está no formato válido, mas não tem correspondência no banco de dados da transportadora. O motivo costuma ser algum erro na inserção do endereço. Use o verificador de endereço de entrega da transportadora para encontrar o endereço que a transportadora utiliza.

Os endereços que não são reconhecidos ainda podem ser usados e podem não afetar a entrega. Se tiver certeza de que um endereço está correto, você poderá usar o endereço não reconhecido na sua etiqueta.

Se precisar de ajuda com seus endereços de frete, entre em contato com o Atendimento ao cliente da Shopify.

Erro de banner vermelho

A mensagem de erro de endereço de entrega num banner vermelho é exibida quando o endereço está no formato incorreto e não é possível comprar uma etiqueta para ele. Use o verificador de endereço de entrega da transportadora para encontrar o formato que a transportadora utiliza.

Se precisar de ajuda com seus endereços de frete, entre em contato com o Atendimento ao cliente da Shopify.

Verificadores de endereço de frete

Use as seguintes ferramentas para validar seus endereços.

Links para verificadores de endereço para cada transportadora
transportadora Ferramenta
USPS Verificador de endereço da USPS
UPS Verificador de endereço da UPS
Canada Post Verificador de endereço do Canada Post
DHL Verificador de endereço da DHL
Sendle Guia de referência de bairros da Sendle

Endereços de entrega em uma área militar dos EUA

Os endereços de correspondência militar nos Estados Unidos têm um formato exclusivo que precisa ser inserido de maneira específica. Se for inserido incorretamente, o pedido pode não chegar ao destinatário pretendido. Existem três tipos diferentes de endereço militar nos EUA:

  • Agência postal do exército (APO, na sigla em inglês)
  • Agência postal naval (FPO, na sigla em inglês)
  • Agência postal diplomática (DPO, na sigla em inglês)

Se você receber um pedido para entrega em uma área militar dos EUA, verifique se o endereço foi inserido corretamente antes de fazer o envio. Caso o cliente tenha inserido incorretamente o endereço de entrega, edite o endereço seguindo estas orientações:

  • O nome do destinatário precisa ser inserido nos campos Nome, mas a patente é opcional.
  • É necessário inserir os números de PSC e BOX para endereços da APO. Para os casos relacionados a FPO e DPO, informe os números de UNIT e BOX no campo Endereço.
  • O campo Cidade precisa conter apenas Agência postal do exército (APO, na sigla em inglês), FPO ou DPO. Não coloque o nome da cidade.
  • A opção Estados Unidos precisa estar selecionada no campo País/região.
  • A opção Forças Armadas das Américas, Forças Armadas da Europa ou Forças Armadas do Pacífico precisa estar selecionada no campo Estado. Esses locais podem ser inseridos de forma abreviada pelo cliente como Forças Armadas das Américas (AA, na sigla em inglês), Forças Armadas da Europa (AE, na sigla em inglês) ou Forças Armadas do Pacífico (AP, na sigla em inglês).

Se você não tiver certeza de alguma informação do endereço, entre em contato com o cliente que fez o pedido para sanar a dúvida.

Tudo pronto para começar a vender com a Shopify?

Experimente de graça