Usar códigos de barra em produtos

Você já se perguntou por que a maioria dos produtos tem um código de barras, aqueles símbolos detectáveis por um leitor e compostos por linhas, espaços, caracteres e dígitos? Eles servem para identificar e rastrear itens em diferentes estágios da cadeia de suprimentos. Por exemplo, nos centros de processamento de pedidos, podem ser usados para acompanhar estoque; nas faturas, para ajudar na contabilidade; e nas lojas físicas, como parte do processo de compra.

Terminologia do código de barras

Conheça a terminologia comum do código de barras nesta tabela:

Terminologia do código de barras
Termo Definição
Número global de item comercial (GTIN, na sigla em inglês) O GTIN é um identificador exclusivo de produtos reconhecido internacionalmente, representado pelo número impresso logo abaixo do símbolo do código de barras. Existem outros tipos de GTINs com reconhecimento internacional, como os UPCs, EANs e ISBNs. Saiba mais sobre os GTINs.
Número de artigo europeu (EAN, na sigla em inglês) O EAN, também conhecido como GTIN-13, é o tipo de código de barras usado para produtos de consumo no mundo todo, em geral fora da América do Norte.
Código universal de produto (UPC, na sigla em inglês) O UPC, também conhecido como GTIN-12, é o tipo de código de barras usado para produtos de consumo principalmente na América do Norte.
Padrão internacional de numeração de livro (ISBN, na sigla em inglês) O ISBN é um identificador numérico comercial para livros, atribuído a cada edição e variação de uma publicação. Com o código ISBN, é possível reconhecer um livro em qualquer parte do mundo.
GS1 É uma organização internacional sem fins lucrativos que desenvolve e preserva padrões, como os códigos de barras.

Quando usar códigos de barras

Códigos de barras são úteis quando a loja conta com serviços de terceiros para gerenciar produtos ou têm um complexo processamento de pedidos ou acompanhamento de estoque. Mas existem alguns cenários em que esse recurso pode ser obrigatório:

  • Venda de produtos em marketplaces online
  • Venda de produtos em atacado para lojas físicas
  • Passagem de produtos por depósito, centro de distribuição ou serviço de processamento de pedidos

Benefícios do código de barras

Muitos setores e empresas usam códigos de barras em fluxos de trabalho, porque há vários benefícios.

Veja abaixo alguns exemplos:

Benefícios do código de barras
Benefício Descrição Ação
Precisão no acompanhamento de estoque Os dados do código de barras são mais confiáveis do que os inseridos manualmente. Além disso, é possível acompanhar estoque, informações de preços e até de produtos, como a data de validade ou o peso. Acompanhar estoque em depósitos e bancos de dados.
Dados em tempo real O lojista vê as informações do produto quase de imediato. Não é preciso passar mais tempo inserindo ou recuperando dados. Pesquisar um produto pelo código de barras em um marketplace online.
Fácil e rápido de usar É muito fácil usar um leitor, e não é preciso muito treinamento para criar um código de barras. Ler códigos de barras em centros de processamento de pedidos.
Universalmente aceito Códigos de barras são usados e aceitos em todo o mundo, em muitos setores. Usar códigos de barras em diferentes empresas e setores.

Tipos comuns de códigos de barras

Confira a tabela a seguir para saber mais sobre os tipos comuns de códigos de barras:

Tipos de código de barras
Tipo de código de barras Estrutura Capacidade Uso
UPC-A GTIN-12 12 dígitos Usado em produtos de varejo, principalmente na América do Norte.
UPC-E GTIN-12 12 dígitos Usado em pacotes ou produtos de varejo pequenos, como cosméticos, caixas de chiclete e cigarros na América do Norte.
EAN-13 GTIN-13 13 dígitos Usado em certos produtos de varejo, como jornais, revistas e livros, principalmente fora da América do Norte.
EAN-8 GTIN-8 8 dígitos Usado em pacotes ou produtos de varejo pequenos, como cosméticos, caixas de chiclete e cigarros, fora da América do Norte.
Código 39 Diferente do GTIN 43 caracteres Usado principalmente em depósitos e aplicações industriais, como no setor automotivo e de eletrônicos. Pode ter letras e números.
Código 128 Diferente do GTIN 48 caracteres Usado nos setores de depósito, vestuário, processamento de alimentos, medicamentos e equipamentos médicos em todo o mundo. O código 128 tem o maior número de caracteres por polegada e é de 20% a 30% menor que o código 39. Ele pode ter letras, números, caracteres especiais e códigos de controle.
ISBN GTIN-13 13 dígitos (10 dígitos antes de janeiro de 2007) Usado em livros físicos e e-books no mundo inteiro.

Para saber mais sobre os códigos de barras, consulte a GS1 Barcode Chart ("Tabela de códigos de barras da GS1", em inglês).

Práticas recomendadas de posicionamento e impressão do código de barras

O jeito que você posiciona e imprime o código de barras em um produto pode afetar a capacidade de leitura do dispositivo.

Formas de impressão do código de barras

De acordo com o produto, é possível imprimir um código de barras de modos diferentes. Veja mais informações sobre isso na tabela abaixo:

Formas do código de barras
Método Descrição Exemplo de produtos
Código de barras impresso diretamente no produto. É um método comum, que usa impressoras a laser para gravar o código de barras diretamente no produto nos casos em que ambos precisam ficar juntos. Livros, latinhas de metal, garrafas plásticas.
Código de barras impresso em uma etiqueta fixada ao produto. Usado por empresas de pequeno porte ou sem uma impressora a laser para gravar o código de barras diretamente no produto. Papelaria, café, produtos avulsos.
Código de barras impresso em uma etiqueta pendurada no produto. Usado em produtos que não têm superfície adequada para códigos de barras e que podem ser danificados pelo adesivo de etiqueta. Vestuário, artigos de presente, produtos de mesa.
Código de barras impresso na embalagem do produto. Usado em produtos que vêm em uma caixa ou embalagem. Sapatos, skates, eletrônicos e produtos embalados.

Diretrizes de impressão para códigos de barras

Analise as instruções gerais sobre como imprimir códigos de barra do jeito correto:

  • Se o código de barras for impresso pela loja, use uma resolução de 300 DPI ou mais para facilitar a leitura.
  • Antes de imprimir um lote grande de códigos de barras, imprima uma folha de teste e verifique se está tudo correto.
  • Imprima o número do código de barras abaixo do símbolo, para que o produto ainda possa ser identificado pelo número caso o código de barras seja danificado.
  • O código de barras precisa ter pelo menos 3,8 cm (1,5 pol.) de largura por 2,5 cm (1 pol.) de altura. Confira o tamanho recomendado de acordo com os padrões da GS1 (em inglês).
  • Use tinta preta ou de outra cor escura para imprimir códigos de barra e evite usar vermelho ou marrom.
  • Imprima códigos de barra exclusivos para cada variante do produto, de modo que cada uma possa ser identificada dentro da cadeia de suprimentos.

Diretrizes de posicionamento para código de barras

Analise as instruções gerais sobre como posicionar códigos de barra do jeito correto:

  • Os códigos de barras precisam ficar em uma superfície plana do produto, que não dobre.
  • Não coloque fita nem película plástica ao redor do código de barras.
  • Evite colocar adesivos ou elementos de texto muito perto do código de barras.
  • Não comprima nem corte as partes superior ou inferior do código de barras a fim de criar espaço para a etiqueta.
  • Não coloque vários códigos de barras no produto.
  • Não grampeie a área do código de barras.
  • Não posicione um código de barras sobre o produto em uma área com espaço inadequado.
  • Não coloque códigos de barras nas bordas do produto.
  • Se o produto for quadrado, retangular, circular, côncavo ou convexo, use etiquetas especiais, etiquetas penduradas ou capas de plástico.

Para saber mais sobre as práticas recomendadas de impressão de código de barras e configuração de etiquetas, consulte as instruções da GS1 para o posicionamento de códigos de barras em produtos (em inglês).

Tudo pronto para começar a vender com a Shopify?

Experimente de graça