Informações do produto

As informações que você fornece sobre um produto afetam a maneira como ele é exibido para os clientes, facilitam a organização dos itens e ajudam os clientes a encontrar o que querem, mas você não precisa fornecer todas as informações de cada produto.

Em produtos que não têm variantes, as seções Preço, Estoque e Frete são mostradas na página de informações do produto e não serão mais exibidas se você adicionar variantes. Para alterar as informações das variantes do produto, consulte Editar variantes de um produto já existente.

Se você quiser salvar arquivos ou informações especializadas, use metacampos para incluir campos personalizados nas páginas de produto. Caso você tenha um tema da Online Store 2.0 (como o Dawn), será possível usar o editor de temas para conectar metacampos e personalizar as páginas do produto ou da variante em exibição.

Título e descrição

  • Título: o nome do produto que você deseja mostrar aos clientes.
  • Descrição: a descrição do produto. Essa área usa o editor de rich text para que você possa formatar seu texto. Faça uma descrição detalhada para informar e chamar a atenção de possíveis clientes. Se você é revendedor, não use a descrição exata do fabricante, pois seus itens precisam ser únicos para os mecanismos de pesquisa.

Mídia

Imagens, modelos 3D e vídeo que mostram como é o produto. Para saber mais sobre como adicionar esses elementos, consulte Mídia de produto.

Categoria

Categoria de produto: uma etiqueta que descreve o grupo ou a classe a que um item pertence. A categoria de produto é selecionada na taxonomia de produtos da Shopify, uma lista padronizada e predefinida, usada para as seguintes funções:

  • Desbloquear atributos do produto, conhecidos como metacampos de categoria, que estão associados a cada tipo de item.
  • Gerenciar melhor os itens na Shopify; por exemplo, como condição para uma coleção automatizada ou a fim de ajudar a filtrar a lista de produtos.
  • Facilitar a venda de itens em outros canais que exigem um tipo de produto padronizado, como o Facebook ou o Google.
  • Determinar a alíquota do tributo a ser recolhido sobre o produto se estiver usando o Shopify Tax. Vale lembrar que os artigos podem estar sujeitos a alíquotas especiais ou isenções e que a categorização correta possibilita uma cobrança mais precisa do tributo no checkout. Isso é importante, pois o recolhimento de um valor excessivo ou insuficiente para o tributo sobre vendas pode criar responsabilidade financeira ou legal para sua empresa.

Um produto pode ter apenas uma categoria, que será aplicada a todas as variantes. Quando possível, uma recomendação é exibida para ajudar você a selecionar uma pela primeira vez. Você tem a opção de aceitar ou editar. Saiba mais sobre a taxonomia de produtos padrão da Shopify e as categorias de produtos.

Os metacampos de categoria são atributos predefinidos e entradas-padrão que são liberados quando você atribui uma categoria de produto. Por exemplo, se você incluir a categoria de produto Vestuário e acessórios > Roupas > Camisas e camisetas, poderá adicionar metacampos de categoria, como tamanho, decote, tipo de comprimento da manga, tipo de comprimento, faixa etária, tecido, gênero, características da peça e cor. Entradas-padrão estão disponíveis para cada metacampo de categoria. Por exemplo, o metacampo de categoria cor tem entradas-padrão, como vermelho, preto e branco. Também é possível personalizar suas próprias entradas em um metacampo de categoria.

É possível editar as entradas-padrão para uma adequação melhor a seu branding, e elas são atualizadas automaticamente em todos os lugares onde são usadas. Exemplos de entrada de cor incluem vermelho, preto e branco. Se você quiser mudar de preto para grafite, poderá atualizar a entrada, e a atualização será aplicada de modo automático onde essa entrada estiver conectada.

Você também pode conectar metacampos de categoria a variantes em seus produtos. Ao usar entradas de cores como opções de variantes, você pode exibir opções de variantes como amostras de opções de cores nas páginas de produtos da vitrine.

Saiba mais sobre metacampos de categoria.

Preços

  • Preço: o preço cobrado pelo produto. Você define a moeda da loja na página de configurações Gerais. Se você vende em várias moedas, precisará usar o Shopify Payments e ativar o Shopify Markets. É possível gerenciar as moedas em cada mercado, na página Produtos e preços. Se o produto estiver sujeito a tributos, configure-os por local.
  • Comparação de preços: o preço original de um produto que está em promoção. Quando você faz uma Comparação de preços, o item exibe um preço promocional.
  • Código de tributo: nos planos Shopify Plus, você pode usar um serviço contábil de terceiros. Se você usar o serviço, o código de tributo do produto será mostrado aqui.
  • Custo por item: quanto o produto ou a variante custa para você. Por exemplo, se você revende um produto, poderá inserir o preço pago ao fabricante, excluindo impostos, frete ou outros custos. Se você mesmo cria o produto, poderá inserir um valor baseado em seus custos de mão de obra e material.

No caso de produtos que têm um Custo por item inserido, a menos que você inclua tributos em seus preços, a margem projetada aparece abaixo do campo Preço na página de informações do produto. A margem é calculada como ([preço - custo] / preço) x 100. Por exemplo, se o preço for R$ 50 e o custo for R$ 30, a margem (calculada como ([50 - 30] / 50) x 100) será de 40%.

É possível acessar relatórios para analisar os custos e as margens de um produto. Determine também o custo de mercadorias vendidas (CMV).

Fornecer o custo por item é opcional. Se você optar por fornecer seus custos, adicione os valores a todos os seus produtos existentes ao mesmo tempo usando o editor em massa ou uma importação CSV. Ao atualizar as informações ao mesmo tempo, você pode aproveitar ao máximo seus relatórios de lucros.

O custo por item não se aplica a produtos "cartão-presente".

Estoque

  • SKU (Unidade de manutenção de estoque): o código que identifica o produto em sua empresa. Para obter relatórios de vendas e acompanhamento eficazes, cada SKU precisa ser exclusiva.

    • As SKUs são opcionais, e é possível criar seu próprio formato para elas. Consulte Formatos de SKU para saber mais.
  • Código de barras (ISBN, UPC, GTIN): os códigos de barras costumam ser usados por revendedores. O identificador precisa ser um Número global de item comercial (GTIN, na sigla em inglês) novo ou existente. Alguns canais de vendas exigem um GTIN antes de publicar um produto usando o canal.

Os GTINs são identificadores exclusivos usados internacionalmente para armazenar e localizar informações sobre produtos. Exemplos de GTINs são UPCs, EANs e ISBNs, que podem variar em extensão, dependendo do tipo de item. O GTIN fica acima ou abaixo do código de barras na embalagem.

É possível usar códigos de barras lidos com o Shopify PDV para publicar produtos no canal de vendas Google & YouTube.

Se um de seus produtos não tiver um GTIN, você poderá solicitá-lo ao fabricante. Saiba como obter um GTIN para um produto que você fabrica no site de padrões GS1. Não invente informações falsas de GTIN para seus produtos.

Para saber mais sobre como inserir códigos de barras pelo smartphone, consulte Ler o código de barras com a câmera de seu dispositivo.

  • Disponível: o número de unidades em estoque. Se você gerencia o estoque de vários locais, é mostrada a quantidade de cada local.
  • A ser recebido: quantidade de unidades a serem recebidas. Consulte Transferências.
  • Comprometido: o número de unidades que fazem parte de um pedido que já foi processado. As unidades do estoque que fazem parte de rascunhos de pedido só são consideradas itens comprometidos quando o pedido é realizado.

Frete

  • Este produto requer frete: marque esta opção para enviar um produto físico.
  • Peso: o peso do produto. Esse campo só será exibido quando a opção Este produto exige frete estiver marcada. É necessário que o peso do produto seja exato, pois ele é usado para calcular as taxas de frete. Vale lembrar que é possível comprar uma balança na Loja de equipamentos da Shopify.
  • Adicionar informações alfandegárias: com esta opção, você pode salvar informações necessárias ao enviar produtos para outros países. Esse campo só será exibido quando a opção Este produto exige frete estiver marcada.
    • País/Região de origem: local onde o produto foi fabricado ou montado. Se o item for constituído por materiais de diferentes países ou regiões, o local em que ele assume sua forma final será o país ou a região de origem. Diferentes países ou regiões e tratados internacionais têm regras de origem diferentes.
    • Código SH: se você quiser enviar internacionalmente, insira o código tarifário do Sistema Harmonizado (SH) para fornecer informações alfandegárias de modo que as tarifas corretas possam ser aplicadas ao pedido. Para encontrar o código SH de um item, pesquise uma palavra-chave no campo de código SH da página de informações do produto. Saiba mais sobre os códigos SH na Organização Mundial das Alfândegas.

Variantes

No caso de um produto com variantes, essa seção mostra as opções do produto, como cor e tamanho. Para saber mais sobre variantes, consulte Variantes.

Opções de compra

É possível adicionar opções de compra aos produtos, como assinatura, o modelo "experimente antes de comprar" e pré-venda.

Se um produto ou uma variante tem uma opção de compra, as informações relacionadas são exibidas na seção Opções de compra da página do produto.

É possível disponibilizar apenas uma opção de compra para o produto ou ativar a opção de compra e a compra única.

Saiba mais sobre as opções de compra.

Listagem do mecanismo de pesquisa

É uma prévia de como o item vai aparecer nos resultados de um mecanismo de pesquisa, como o Google, que mostra o título do produto, o URL da loja virtual e parte da descrição.

Para fazer alterações na forma como o produto é exibido em mecanismos de pesquisa, na seção Listagem do mecanismo de pesquisa, clique em Editar. Se quiser saber mais, consulte Editar a pré-visualização da listagem no mecanismo de pesquisa.

Status do produto

O status do produto determina se o item está pronto para ser vendido.

Também é importante destacar que o status de produtos recém-criados fica definido como Ativo por padrão. E, no caso de produtos duplicados ou não arquivados, o status-padrão é Rascunho.

É possível definir os seguintes status:

  • Ativo: as informações do produto estão completas e ele está pronto para ser vendido.
  • Rascunho: as informações do produto precisam ser concluídas antes da venda.
  • Arquivado: as informações estão completas, mas o produto não está mais à venda. O arquivamento oculta o item do admin e dos clientes. Se quiser fazer isso, role até o final da página do produto e clique em Arquivar produto.

Publicação

A seção Publicação mostra uma lista dos seus mercados e canais de vendas. Para lojistas do Shopify Plus, os catálogos B2B também aparecem aqui. Vale lembrar que todos os mercados e canais de vendas são selecionados por padrão. Para incluir ou excluir produtos de um canal de vendas ou mercado, acesse Gerenciar publicação.

Organização do produto

Tipo de produto: uma forma de criar uma categoria personalizada para um produto. Com essa etiqueta, é possível definir opções diferentes das disponíveis nas categorias de produto-padrão da Shopify. Vale destacar que cada produto pode ter apenas um tipo personalizado. Para saber mais, consulte Tipos de produto.

Fornecedor: o fornecedor, atacadista ou outro vendedor do produto. Você pode filtrar sua lista de produtos por fornecedor, o que pode agilizar pedidos de estoque.

Coleções: as coleções nas quais um produto está incluído. Utilize esse campo para adicionar o produto diretamente a uma coleção manual. As coleções automatizadas incluem o produto quando ele corresponde às condições da coleção.

Tags: são palavras-chave pesquisáveis que podem ser associadas ao produto e ajudam os clientes a encontrar itens pela pesquisa na loja virtual. Também é possível usá-las para criar coleções automatizadas. Para saber mais sobre as tags, consulte Formatos de tag.

Loja virtual

O menu Modelo de tema exibe o modelo de produto atual que o produto usa na loja virtual.

Por padrão, os produtos são atribuídos com o modelo Default product. Se você criou outros modelos de produto no seu tema ativo, essas opções serão exibidas no menu suspenso como opções de modelo.

Para saber mais sobre modelos de tema, consulte Modelos.

Usar metacampos de produto para adicionar informações especializadas

Os metacampos podem ser usados para adicionar campos personalizados às páginas de produto. Eles permitem que você salve informações especializadas que não costumam ser capturadas nessas páginas. Por exemplo: um vendedor de velas pode querer exibir o tempo de queima na página do produto, enquanto uma mercearia talvez queira mostrar a data de validade de produtos enlatados. Confira outros exemplos de informações especializadas:

  • Números de peças
  • Amostras de cor
  • Datas de lançamento
  • Produtos relacionados
  • Resumos de posts do blog
  • Arquivos para download

Os metacampos são exibidos em uma tabela editável nas páginas de produto, com o nome escolhido ao criar a respectiva definição. Clique em cada linha da tabela para exibir o tipo e a descrição do metacampo e, em seguida, insira um valor.

Caso você tenha um tema da Online Store 2.0 (como o Dawn), será possível usar o editor de temas para conectar metacampos e personalizar as páginas do produto ou da variante em exibição. Por outro lado, se você está usando um tema vintage ou quer adicionar tipos de metacampos incompatíveis, edite o código do tema ou contrate um Parceiro da Shopify para ajudar na tarefa.

Tópicos relacionados

Nesta seção

Tudo pronto para começar a vender com a Shopify?

Experimente de graça