Embalar e etiquetar uma transferência de entrada para a Rede de processamento da Shopify

Depois de enviar uma transferência de entrada no app da Rede de processamento da Shopify (RPS), é possível embalar, etiquetar e enviar os itens para o centro de processamento de pedidos.

Se outra pessoa for responsável por embalar e enviar sua transferência de entrada, imprima este guia ou baixe o arquivo PDF para enviar ao seu fornecedor ou parceiro de logística.

Visão geral de embalagem e etiquetagem

Nesta seção, você terá uma visão geral do processo de transferência de entrada para a Rede de processamento da Shopify.

Qual é a melhor forma de embalar seus produtos, de modo que as variantes sejam separadas em suas próprias caixas

A etiquetagem e a embalagem da transferência de entrada, conforme os requisitos da RPS, permitem que o centro de processamento de pedidos receba os produtos da forma correta. As transferências que não chegam etiquetadas e embaladas como previsto podem causar atrasos ou cobranças adicionais em sua fatura. Portanto, verifique se você está em conformidade com as seguintes diretrizes:

  • Cada unidade individual precisa ter um código de barras anexado.
  • Cada variante deve estar embalada em caixas internas ou caixas principais individuais. Não misture as variantes.
  • Cada caixa principal ou palete precisa ter uma etiqueta de transferência anexada.
  • Cada caixa interna ou caixa principal com estoque precisa ter uma etiqueta de produto anexada para mostrar a variante contida.
  • É necessário que os paletes tenham uma etiqueta de produto para cada variante, colada na parte externa.

Etapa 1: baixar etiquetas de produto e transferência de entrada

Após enviar uma transferência de entrada, é possível baixar as etiquetas dela e do produto que ela possa conter. Para isso, é necessário que a solicitação apareça como Enviada.

Imprima as etiquetas de acordo com os requisitos da RPS.

Etapas:

  1. Acesse a transferência de entrada no app de processamento de pedidos da Shopify.
  2. Clique em Baixar etiquetas.
  3. Selecione um tamanho compatível com a impressora.
  4. Baixe as etiquetas.

O download pode demorar alguns minutos após a criação da transferência de entrada.

Uma etiqueta de produto é criada para cada variante em sua transferência de entrada. As etiquetas de produto são utilizadas para identificar as variantes contidas em cada caixa interna e caixa principal. Além disso, cada etiqueta de produto contém a SKU e o código de barras da variante.

Para cada transferência de entrada, é criada uma etiqueta específica, que identifica as caixas principais ou os paletes que fazem parte dela. A etiqueta mostra a origem e o destino da transferência de entrada e o ID de recebimento. Esse ID, ou aviso antecipado de embarque (ASN, na sigla em inglês), é um número exclusivo que fornece informações sobre a transferência quando é lido pelo centro de processamento de pedidos após o recebimento da remessa.

Etapa 2: anexar códigos de barras a unidades individuais

Não se esqueça de seguir os requisitos da RPS para etiquetas de código de barras quando começar a etiquetar cada unidade com a SKU e o código de barras, algo que deve acontecer antes de embalar os produtos. Caso a remessa chegue a um centro de processamento de pedidos da RPS sem as devidas etiquetas de código de barras, você precisará pagar uma taxa de serviço de preparação.

Para incluir códigos de barras aos produtos, escolha uma destas opções:

Um produto com um código de barras sendo colocado em uma caixa

Etapa 3: embalar produtos idênticos juntos em caixas internas ou caixas principais

As caixas principais e internas precisam ter etiquetas de produto que contenham a SKU e o código de barras de cada variante incluída no pacote.

Sendo assim, não misture as variantes nas caixas sem classificá-las e etiquetá-las corretamente. Vale lembrar que, para enviar mais de uma variante, é necessário separar cada uma dentro da remessa. Além disso, recomendamos embalar as caixas principais com um único tipo de variante ou usar pacotes internos (por exemplo, sacos plásticos ou caixas menores) que tenham uma etiqueta e um único tipo de variante.

As variantes precisam ser separadas quando embaladas

Se as variantes estão embaladas em caixas internas, coloque essas caixas em caixas principais. Se possível, não coloque caixas internas que contenham diferentes variantes na mesma caixa principal.

Se você precisar de pacotes internos de diferentes variantes dentro de uma caixa principal, coloque uma etiqueta de produto para cada variante na parte externa da caixa principal com a etiqueta de transferência. Isso ajuda o depósito a identificar os produtos antes de abrir a caixa.

Algumas transferências de entrada podem precisar de várias caixas principais. Para enviá-las, use um palete e, se possível, não misture caixas de variantes diferentes. As etiquetas de produto e de transferência devem estar coladas na parte externa tanto da caixa quanto do palete.

Etapa 4: imprimir e anexar etiquetas de produto a caixas internas e caixas principais

Para identificar as variantes, imprima as etiquetas de produto e anexe às respectivas caixas principais e às internas. Caso esteja transferindo paletes, uma etiqueta de produto para cada variante deverá estar colada em cada um deles.

Se uma caixa principal contiver caixas internas com diferentes variantes, anexe etiquetas de produto à cada variante específica.

Em que lugar as etiquetas de produto devem ser anexadas

Etapa 5: imprimir e anexar etiquetas de transferência às caixas principais e às paletes

Cada caixa principal ou palete precisa ter uma etiqueta para identificar a transferência de entrada à qual pertence.

Imprima as etiquetas de transferência de entrada e anexe-as à parte externa das caixas principais ou dos paletes. Quanto a eles, é importante verificar se a etiqueta de transferência está acessível e protegida pelo filme termocontrátil. Por esse motivo, considere anexar duas etiquetas de transferência aos paletes para o caso de uma se perder em trânsito.

Quando as etiquetas de transferência de entrada devem ser anexadas

Etapa 6: enviar a transferência de entrada e adicionar rastreamento

Escolha um serviço de frete para fazer o envio ao centro de processamento de pedidos. No app Rede de processamento da Shopify, adicione o número de rastreamento da transportadora ou do remetente de carga à transferência de entrada. Isso permite que o centro de processamento de pedidos saiba quando ela chegará.

Se o seu fornecedor enviar a transferência diretamente para o centro de processamento de pedidos, entre em contato com ele para obter o número de rastreamento.

Saiba mais sobre como adicionar informações de rastreamento.

Tudo pronto para começar a vender com a Shopify?

Experimente de graça