pagamentos iDEAL

iDEAL é uma forma direta e segura de pagamento por transferência bancária para o Shopify payments. Quando um cliente seleciona o iDEAL como forma de pagamento, ele precisa fazer login na conta iDEAL para verificar o pagamento.

requisitos iDEAL



Para habilitar o iDEAL para sua loja virtual, você precisa usar o Shopify Payments. o iDEAL só funciona quando o Shopify Payments está ativo. Ele não funciona quando o Shopify Payments está no modo de teste.

Regiões que podem receber pagamentos usando iDEAL

Você precisa vender em euro e usar o Shopify Payments para receber pagamentos com o iDeal. Também é necessário que você esteja em uma destas regiões:

  • Áustria
  • Dinamarca
  • Alemanha
  • Itália
  • Países Baixos
  • Espanha
  • Suécia

Ativar iDEAL

Antes que o iDEAL possa ser ativado, você precisa Configurar o Shopify Payments. Depois de ativar o Shopify Payments, o iDeal é conectado automaticamente à sua loja e está disponível para seus clientes.

Pagamentos com o iDEAL

Quando um cliente faz um pedido e usa iDEAL para pagar, os recursos são repassados a você no próximo pagamento. Para saber mais sobre como receber com o Shopify Payments, consulte períodos de pagamento do Shopify Payments.

Se você reembolsar uma transação processada pelo iDEAL, você não será reembolsado pela taxa de processamento cobrada pelo Shopify Payments. Pagamentos feitos com o iDEAL podem ser reembolsados dentro de 180 dias após o pagamento original.

Quando um cliente paga por um pedido usando o iDEAL, um estorno não pode ser registrado para o pedido.

Experiência do cliente iDEAL

Quando o cliente faz uma compra na loja virtual, iDEAL aparece como opção de pagamento durante o processo de checkout.

Caso o cliente deseje usar iDEAL para pagar, ele deverá selecionar essa opção no checkout. Depois que selecionar iDEAL, o cliente terá que selecionar uma conta bancária. Em seguida, o cliente será redirecionado para a conta bancária para finalizar a compra.

Pronto para começar a vender com a Shopify?

Experimente de graça