Migrar do Etsy

Este guia descreve como migrar sua loja do Etsy para a Shopify.

Você pode usá-lo como ponto de partida e como referência para garantir que não se esqueça de nenhuma tarefa de configuração importante.

Etapa 1: decidir como mover o conteúdo e os dados da loja do Etsy para a Shopify

Depois, analise a loja do Etsy atual e decida quais dados e conteúdos você quer mover para a Shopify. Esse momento é ótimo para eliminar o que não funciona mais e dar um toque moderno ao visual do site e da empresa. Algumas informações que você pode migrar:

  • Produtos
  • Clientes
  • Histórico de pedidos (aqueles que já foram processados)
  • Avaliações

Em seguida, decida como você vai transferir cada tipo de conteúdo. Analise estas opções, que vão da menos para a mais tecnicamente complexa:

Métodos e descrições de migração
Método de migração Descrição
Copiar e colar dados manualmente Copie o conteúdo da loja atual e cole-o na nova loja da Shopify.
Importação de CSV Exporte os dados para arquivos CSV e importe-os para a nova loja da Shopify. Vale lembrar que alguns dados não podem ser migrados dessa maneira.
Apps de migração de terceiros Use apps de migração de terceiros disponíveis na Shopify App Store.
Especialista em migração Contrate um Parceiro da Shopify para gerenciar e concluir a migração.

Em geral, os arquivos CSV são a maneira mais fácil e sem custo de mover dados para a Shopify. No entanto, se alguma das condições abaixo se aplicar a você, edite o arquivo CSV antes de fazer a importação para a Shopify: - Você tem mais de uma imagem por listagem. - Suas listagem contêm variações (conhecidas como "Variantes" na Shopify).

Consulte as instruções sobre como editar o arquivo CSV na Etapa 3.

O restante deste guia recomenda o uso de arquivos CSV quando disponíveis, mas apresenta outras opções quando o CSV não for viável.

Etapa 2: exportar os dados de suas listagens do Etsy

Exporte as listagens do Etsy e use a exportação para ajudar a criar um CSV que permita o upload na Shopify.

Etapas:

  1. Faça login no Etsy.
  2. No Gerenciador de compras, clique em Configurações > Opções.
    Imagem de navegação na barra lateral da plataforma Etsy com o Gerenciador de compras e as Configurações destacados em caixas vermelhas.
    Imagem de navegação das configurações da plataforma Etsy com as opções destacadas em uma caixa vermelha.
  3. Clique na aba Dados de download.
    Imagem das opções nas configurações da plataforma do Etsy com a aba
  4. Na seção Listagens à venda, clique em Download de CSV.
    Imagem da página
  5. Salve o arquivo denominado EtsyListingsDownload.csv no computador.

Etapa 3: editar o arquivo CSV de listagens antes de importá-lo para a Shopify

Se as listagem contêm variações, que são chamadas de "variantes" na Shopify, talvez seja necessário editar o arquivo CSV antes da importação.

Para editar uma versão formatada dos arquivos CSV, é recomendável usar o Planilhas Google, embora muitos outros apps populares de planilha também funcionem, como o Microsoft Excel ou o Numbers.

Editar variantes das listagens

Se você tiver variantes nas listagens, o arquivo EtsyListingsDownload.csv poderá não ser importado corretamente sem edições. Por exemplo, se cada variante tiver uma SKU exclusiva, será preciso ter uma linha no arquivo CSV por combinação exclusiva de variantes. Isso significa que, caso você tenha uma camiseta com opções de tamanho "Pequena, Média, Grande", além de opções de cor "Vermelho, Verde, Azul", você precisará de nove linhas no total: uma linha com "Pequena" e "Vermelha", uma linha com "Pequena" e "Verde" e assim por diante.

Etapas:

  1. Insira uma nova coluna denominada Nome da opção1 e Valor da opção1.
  2. Usando o mesmo formato da etapa 1, insira quantas colunas de opção adicionais você tiver até que haja um nome e uma coluna de valor para o número máximo de opções de variantes que os produtos têm. Por exemplo, se um produto tiver quatro opções, aumente a quantidade de colunas de opção Nome da opção4 e Valor da opção4.
  3. Pegue os valores das colunas "NOME DA VARIAÇÃO 1" e "VALORES DA VARIAÇÃO 1" do Etsy e insira-os conforme apropriado nas novas colunas Nome da opção1 e Valor da opção1. Use a linha de listagem original para adicionar informações sobre a primeira variante e, em seguida, adicione novas linhas, conforme a necessidade, duplicando o mesmo título para variantes adicionais.
  4. Se você tiver valores de SKU no arquivo CSV do Etsy:
    1. Insira uma nova coluna denominada SKU da variante.
    2. Pegue os valores da coluna "SKU" atual e insira-os na célula "SKU da variante" apropriada em cada linha.

Por exemplo, se uma listagem tiver uma célula "NOME DA VARIAÇÃO 1" com "Tamanho", uma célula "VALORES DA VARIAÇÃO 1" com "P,M,G" e uma célula "SKU" com "TS123-S,TS123-M,TS123-L", realize estas etapas:

  1. Crie duas novas linhas em branco.
  2. Duplique o título da listagem nas duas novas linhas.
  3. Insira "Tamanho" nas células Nome da opção1 para as três linhas.
  4. Insira "P" em Valor da opção1 e "TS123-S" em SKU da variante para a listagem original.
  5. Insira "M" em Valor da opção1 e "TS123-M" em SKU da variante para a primeira linha adicional.
  6. Insira "L" em Valor da opção1 e "TS123-L" em SKU da variante para a segunda linha adicional.

Para saber mais sobre colunas de variantes no arquivo CSV, consulte Usar arquivos CSV para importar e exportar produtos.

Etapa 4: importar as listagens do Etsy para a Shopify

Depois de ter o arquivo EtsyListingsDownload.csv e concluir as edições necessárias, importe os produtos do Etsy para a Shopify.

Etapas:

  1. No admin da Shopify, acesse Produtos.
  2. Clique em Importar.
  3. Clique em Adicionar arquivo e selecione o arquivo EtsyListingsDownload.csv transferido por download na Etapa 2.
  4. Clique em Fazer upload e conferir uma prévia.
  5. Confira as informações sobre a importação e clique em Importar produtos.

​​Após o upload do arquivo CSV, você receberá uma mensagem de confirmação na conta de e-mail usada para configurar a loja da Shopify. Veja algumas soluções para problemas comuns ou informações mais gerais sobre a importação de produtos com um arquivo CSV.

Etapa 5: verificar e organizar os produtos após a importação

Depois de importar os produtos para a Shopify, é importante verificar se todas as informações foram transferidas corretamente. Dados como preços, peso e estoque podem afetar a empresa se estiverem errados.

Revisar se há erros comuns de importação

Erros comuns de migração
Problema Solução
A importação deu certo, mas algo foi alterado. Se houver mudanças em alguma informação importada, uma mensagem será exibida no resumo da importação, na seção Avaliação de produtos. Selecione Ver itens para fazer as alterações necessárias.
Produtos importados, mas não publicados. Se os produtos importados estiverem marcados como ocultos, é porque não serão publicados até serem definidos como disponíveis para os canais de vendas.
Informações ausentes nos produtos importados. Analise a descrição do produto na página do item e preencha as informações ausentes.
Falha ao importar variantes do produto. Produtos sem uma opção de variante não serão importados corretamente e podem ser adicionados manualmente à loja da Shopify.
Alguns clientes ou pedidos não foram importados. Se você importar vários clientes com o mesmo e-mail ou número de telefone, apenas o registro mais recente com os dados duplicados será importado. Nesse caso, é possível adicionar manualmente os perfis do cliente mais antigos.

Analisar e organizar produtos

  1. Analise as informações do produto, incluindo descrição, imagens, variantes, preços e metadescrição.
  2. Crie coleções de produtos para organizá-los em categorias. Isso ajuda a agrupar itens no admin da Shopify e no site externo.
  3. Acompanhe o estoque e as transferências de produtos. Analise os apps de estoque disponíveis para identificar se algum é adequado para sua empresa.

Etapa 6: (opcional) importar clientes e pedidos para a Shopify

Também é possível migrar o histórico de pedidos e o banco de dados de clientes para a Shopify. Dessa maneira, você consegue consultar pedidos anteriores dos clientes e se engajar melhor o público-alvo.

É possível usar apps de migração de terceiros disponíveis na Shopify App Store. Estes apps podem ajudar na importação de clientes e pedidos:

Etapa 7: (opcional) importar as avaliações para a Shopify

As avaliações das listagens do Etsy também podem ser migradas para a Shopify com uso de um app de terceiros. Algumas opções incluem:

É possível usar apps de migração de terceiros disponíveis na Shopify App Store. Estes apps podem ajudar na importação das avaliações:

Etapa 8: (opcional) manter as lojas do Etsy e da Shopify sincronizadas

O app Shopify Marketplace Connect é uma maneira opcional de vender em um só lugar tanto na Shopify quanto no Etsy, com listagens, pedidos e estoque sincronizados e gerenciados no admin da Shopify.

Etapa 9: dar um visual incrível para o site

Para ajudar nesse início, a página Temas do admin apresenta um tema-padrão configurado quando você abre uma conta na Shopify. Personalize o tema para definir o visual do site e, se você quiser adaptar um diferente para a loja virtual, poderá adicioná-lo pelo admin da Shopify.

Para adicionar um tema à loja virtual, escolha uma destas opções:

Adicione um tema gratuito a partir do admin

Os temas gratuitos são desenvolvidos pela Shopify. Além disso, a ajuda com as personalizações desses temas está disponível na Shopify.

Etapas:

Adicionar um tema da Theme Store

Os temas pagos são desenvolvidos por designers externos. Portanto, a ajuda com as personalizações desses temas é fornecida pelo respectivo designer.

Etapas:

  1. Acesse a Loja de temas da Shopify e escolha uma das opções disponíveis. Se você ainda estiver no período de avaliação gratuita, escolha um tema grátis para não precisar pagar nada.
  2. Se você escolheu um tema gratuito, clique em Adicionar tema ou Comece com este modelo. Se você escolheu um tema pago, clique em Comprar para adquirir o tema. Vale lembrar que essas opções não são reembolsáveis. Portanto, experimente o tema pago antes de comprá-lo.
  3. No caso de temas pagos, clique em Aprovar para confirmar o pagamento. Depois, o tema será adicionado à página Temas do admin.

Experimente um tema pago na sua loja

Experimente um tema pago para analisar se ele combina com seus produtos, cores da marca e estilo antes de comprá-lo. Durante a pré-visualização, é possível fazer personalizações no editor de temas que serão salvas quando você fizer a compra. É possível pré-visualizar até 19 temas pagos e comparar diferentes opções antes de comprar.

Etapas:

  1. Acesse a Loja de temas da Shopify e escolha um tema pago.
  2. Clique em Experimentar tema. Uma pré-visualização do tema será carregada para sua loja virtual.
  3. Realize uma das seguintes ações:
    • Para interromper a pré-visualização do tema, clique em Fechar pré-visualização.
    • Para comprar o tema, clique em Comprar.
    • Para modificar as configurações do tema usando o editor de temas, clique em Personalizar tema.

Se você optar por não comprá-lo, o tema pago ainda será adicionado à página Temas do admin. Os temas pagos que você está testando serão identificados com a etiqueta Avaliação do tema.

Etapa 10: configurar o frete

Configure as taxas de frete e as formas de frete corretamente antes de lançar sua loja. Assim, você não vai precisar reembolsar os clientes por cobranças excessivas nem enviar e-mails aos clientes pedindo que paguem mais porque você não cobrou o suficiente para cobrir o frete dos pedidos.

Para saber mais sobre o frete e processamento de pedidos, clique aqui.

Etapas:

  1. Analise o endereço da loja para ter taxas de frete precisas com base em seu local. Se você envia de outras localizações, adicione essas opções como locais.
  2. Crie zonas de frete para permitir o envio a diferentes regiões, estados e países.
  3. Se você usa taxas de frete calculadas pela transportadora, configure as dimensões da remessa. Muitas transportadoras usam o peso volumétrico (a altura, o peso e a profundidade de um pacote) para calcular as taxas de frete.
  4. Configure as taxas de frete para as zonas de frete que você criou.
  5. Escolha uma estratégia de frete que funcione para a empresa. Pode ser uma boa ideia analisar algumas opções para ver qual atende às suas necessidades antes de tomar uma decisão.
  6. Decida como quer processar seus pedidos. Você pode processar e enviar pedidos por conta própria ou usar um serviço de processamento de pedidos que os envia para você.

Etapa 11: configurar os tributos

Cobrar o tributo sobre vendas é uma parte importante da gestão do seu negócio. Dependendo da sua localização, existem regras e regulamentos diferentes sobre o tributo sobre vendas que se aplicam aos seus produtos. Para garantir que sua loja atenda a essas regras, reserve algum tempo para entender o processo de configuração de tributos da Shopify.

Cobrar tributos com base nos seus destinos de frete

Ao configurar o frete, é possível aplicar tributos de frete aos produtos com base nos regulamentos fiscais provinciais, estaduais ou regionais do cliente. Destacamos que esse cálculo é feito automaticamente pela Shopify.

Se você precisar ajustar os tributos manualmente, com base em uma região com restrições fiscais exclusivas ou com base em uma coleção específica de produtos, poderá fazer isso com uma substituição tributária.

Controlar seus tributos

Ao definir as configurações de tributos para seus produtos, também será necessário pensar em como controlar esses valores ao longo do ano.

Caso você não tenha certeza sobre qual sistema usar para controlar tributos, uma opção é analisar alguns apps de contabilidade da Shopify App Store.

Etapa 12: configurar um provedor de pagamento

É preciso configurar um provedor de pagamento para que os clientes consigam pagar a você. Esse tipo de provedor permite que você aceite pagamentos com cartão de crédito de forma segura. O Shopify Payments está disponível em determinados países, além de vários provedores de pagamento de terceiros.

Configurar um provedor de pagamento

  1. Selecione um provedor de pagamento da Shopify ou de um terceiro compatível.
  2. Ative o Shopify Payments ou um provedor de pagamento de terceiros no admin da Shopify.
  3. Escolha como você deseja capturar e autorizar pagamentos quando os clientes compram algo da sua loja.

Após configurar seus provedores de pagamento, configure sua página de checkout para processar pedidos de clientes.

Configurar o checkout

  1. Configure o processamento de pedidos e a autorização de pagamento.
  2. Adicione as políticas da sua loja para que os clientes possam vê-las antes de concluir o checkout.
  3. Edite as configurações de informações do cliente no checkout e decida se você quer coletar endereços de e-mail para atualizar os consumidores sobre eventos e promoções.

Etapa 13: fazer alguns pedidos de teste

Agora que você definiu suas configurações de pagamento, experimente fazer algumas transações para garantir que tudo esteja funcionando. Executar um pedido de teste ajudará você a entender o processo pelo qual seus clientes passam quando compram seus produtos. Você pode acessar todos os pedidos que os clientes fazem da página Pedidos no seu admin da Shopify.

Você pode fazer pedidos de teste para alguns tipos diferentes de transações:

Ao criar, reembolsar e processar pedidos, você verá os e-mails que seus clientes recebem para cada ação. É possível editar os modelos dessas mensagens na página Notificações do admin da Shopify.

Etapa 14: adicionar membros da equipe à loja

Caso outras pessoas ajudem você a administrar a loja, adicione-as como membros da equipe à loja na Shopify. Cada membro da equipe tem credenciais de login pessoais. Também é possível definir permissões para cada membro da equipe a fim de restringir o acesso a determinadas áreas da loja e manter informações confidenciais seguras.

Saiba mais sobre como gerenciar equipes.

Etapa 15: configurar o domínio

Ao configurar sua loja na Shopify, você pode comprar um novo domínio ou transferir o domínio associado à loja já existente para sua nova conta da Shopify.

Obtenha um novo domínio

Você pode comprar um novo domínio diretamente da Shopify.

Etapas:

  1. Compre seu domínio por meio da Shopify.
  2. Defina o domínio da Shopify como primário para que seja exibido aos clientes no navegador, nos resultados de pesquisa e nas redes sociais.
  3. Configure o encaminhamento de e-mail para que as mensagens que os clientes enviam ao endereço do domínio personalizado sejam redirecionadas a seu e-mail pessoal.

Conectar ou transferir um domínio existente para a Shopify

Se você tem um domínio já existente, siga estas etapas para direcionar o domínio para sua loja da Shopify.

Você pode usar seu domínio existente, mas a estrutura de links do Shopify para páginas individuais provavelmente é diferente do serviço anterior, o que significa que links antigos para páginas específicas provavelmente não serão carregados para os clientes. Por exemplo, sua página anterior sobre política de frete tem o URL example.com/policies/shipping-policy, mas, na Shopify, agora é example.com/pages/shipping-policy.

Para evitar que clientes encontrem erros, antes de transferir o domínio, configure redirecionamentos de URL nas páginas que costumam ser incluídas nos favoritos ou em links com origens de terceiros. Assim, quem acessar o link antigo após a transferência de domínio será redirecionado para o novo.

Tudo pronto para começar a vender com a Shopify?

Experimente de graça